A Tavarnaro Consultoria Imobiliária entrou para a ABMI bem recentemente, em 2019. No entanto, a empresa tem uma longa história de sucessos, liderança e inovação, nos seus 46 anos de existência na cidade de Ponta Grossa, no Paraná, uma região hoje fortemente marcada pelo agronegócio.

Entre os grandes cases de êxito da empresa, um aconteceu em plena pandemia, com o lançamento inédito de um empreendimento imobiliário pelo sistema drive-thru.

Fundada por Carlos Roberto Tavarnaro e Liliana Ribas Tavarnaro, a empresa é atualmente comandada pelo filho do casal, Carlos Ribas Tavarnaro, e por sua esposa Vivian Rickli Christóforo Tavarnaro.

Carlos e sua esposa Vivian, parceiros na condução da empresa

“O Bosque Mistral, um condomínio fechado de lotes que estávamos desenvolvendo há três anos, foi para nós uma experiência muito gratificante. Estávamos com tudo pronto para o lançamento em meados de março deste ano, quando fomos surpreendidos com os decretos municipais e estaduais que proibiam a aglomeração de pessoas em razão da pandemia que estava se iniciando aqui no Brasil. Por conta disso suspendemos todas as ações do lançamento, para entender como é que o mercado iria se comportar nas semanas e meses seguintes”, relembra Carlos.

Ação pioneira

Passados o meses de abril e de maio, a Tavarnaro percebeu que teria grande adesão dos clientes, mas ainda seria impossível fazer o lançamento nos moldes convencionais, com festa, café da manhã e aglomerações que poderiam chegar a centenas de pessoas num mesmo local.

“Fomos estudar no mercado o que já havia sido feito e quase nada encontramos, além de alguns modelos virtuais que não considerávamos adequados à nossa realidade. Por inspiração em algumas outras atividades, pensamos em desenvolver o lançamento em formato drive-thru, buscando um modelo eficaz de garantir a segurança tanto dos clientes quanto dos funcionários”, conta Carlos, lembrando que, como não havia nada parecido no segmento, o Bosque Mistral acabou por ser o primeiro lançamento imobiliário em drive-thru no Brasil.

“O ineditismo tornou o desafio muito maior, porque tivemos que emprestar de várias outras atividades dicas e modelos de negócios, que pudéssemos replicar, sem perder aquele charme do lançamento nem a energia que estamos acostumados a explorar nos eventos tradicionais. Graças à competência de nossa equipe, ao pessoal de marketing, e aos corretores de imóveis, fomos adaptando todos os processos e conseguimos um belo resultado, com 106 vendas no dia do lançamento, o correspondente a mais de 30% do empreendimento à venda”, comemora Carlos.

Tudo isso, ressalta o dirigente da Tavarnaro, em meio a intercorrências da internet do local, que caiu bem no pico do lançamento, quando foram abertas as vendas.

“Tivemos que fazer de forma analógica, mas, como disse, a nossa equipe é competente e estava preparada para essa situação também. Conseguimos fazer o início de forma analógica, sem nenhum problema maior de venda duplicada, que seria o maior prejuízo.”

Sinal único

A dinâmica do lançamento, segundo Carlos, foi cuidadosamente montada. “Utilizamos as listas do represamento em pastas sequencialmente ordenadas conforme o cronograma de chegada na empresa. Assim, cada cliente teve o seu lugar lá na fila do empreendimento. No local havia um grande estacionamento, e na chegada dos carros identificávamos o nome e o número da ficha correspondente. Já na portaria, colocávamos um adesivo no para-brisa identificando qual era o seu lugar na fila”, explica.

Drive-thru: organização minuciosa para evitar aglomeração

Os clientes eram chamados pelos nomes e números na fila, e, em seus veículos, passavam por um portal, onde recebiam as primeiras instruções, sobre o modelo da venda, o modo que seria realizada, uma planta impressa, a tabela de preços e álcool em gel.

“Esses clientes eram convidados a passear pelo condomínio para escolher seus respectivos lotes. A maioria deles, que já havia escolhido a região que gostaria previamente, era direcionada para o fechamento. Então, numa segunda tenda estávamos a postos para as reservas e as propostas, onde o cliente, sem sair do carro, era abordado, com algum distanciamento, por um corretor que verificava a forma de pagamento e tomava a assinatura do cliente. Numa terceira tenda, ele pagava o sinal do negócio, e já estava liberado para sair.”

Cada etapa do lançamento tinha uma tenda específica

Para simplificar o processo, de acordo com Carlos, foi estabelecido um único valor para o sinal do negócio. “Era de R$ 1 mil, para um lote com ticket médio de R$ 92 mil. Isso para evitar que faltasse dinheiro no sinal, caso escolhesse um lote de valor maior, por exemplo. Assim, sem sair do carro, o cliente participava desse circuito em três etapas e já se dirigia para a saída e tirava uma foto lá para comemorar, Os contratos foram enviados na semana seguinte, de forma também digital, sem necessidade de presença física para assinar”, conclui.

Sintonia com o cliente

Ao falar da evolução da empresa, Carlos Ribas Tavarnaro faz questão de ressaltar a participação marcante do irmão do seu pai, Fernando Tavarnaro, para que ela engrenasse e chegasse aos dias atuais, atuando, com destaque, nos segmentos de administração e locação, bem como compra e venda de imóveis.

Segundo Carlos, logo que seus pais fundaram a empresa, receberam o apoio do seu tio Fernando, “que liderou o setor de vendas por praticamente 40 anos”.

A Tavarnaro, na avaliação de Carlos, “sempre foi considerada uma empresa conservadora, tradicional e rigorosa na gestão dos imóveis de terceiros, mas sempre atenta às atualizações, às tecnologias, às novidades, e principalmente as necessidades que os clientes impõem”.

A atualização em termos de processos, tanto em locação quanto vendas, permite uma posição de destaque no mercado.

“Com essa sintonia entre o que oferecemos e as necessidades dos clientes, conseguimos um share respeitável aqui na cidade. Em locação há bom tempo somos líderes de mercado. Em compra e venda também sempre temos em nosso portfólio os melhores empreendimentos da cidade.”

Em termos regionais, Carlos aponta pioneirismo da empresa em várias frentes.

“Fomos a primeira imobiliária que disponibilizou seguro-fiança para os clientes, título de capitalização e, agora, já a partir do ano passado, estamos com exclusividade aqui na cidade oferecendo aluguéis com aprovação de propostas sem a fiança e sem outro produto de garantia locatícia. É um processo que consideramos bastante inovador, e que tem dado bastante resultado na liquidez e na velocidade de locação nos imóveis de nossos clientes.”

“ABMI foi um presente”

Destacando que a Tavarnaro foi convidada a ingressar na ABMI por Teo Granado, da Pedro Granado Imóveis, de Maringá (PR), Carlos afirma que a associação à entidade foi um verdadeiro “presente”.

“Desde o primeiro momento já percebemos o nível de entrosamento de todas as empresas que fazem parte, o nível de cumplicidade dos seus diretores. Ao mesmo tempo há uma troca intensa de informações e ajuda mútua entre as empresas associadas. Para a Tavarnaro foi um presente ingressar nessa associação. Pretendemos que essa parceria dure eternamente. Somos muito gratos por tudo o que aconteceu nesse pequeno período de tempo em que pudemos ter acesso a inúmeros serviços e informações que certamente não teríamos, caso não fôssemos parte desse grupo.”

Fonte: Site da ABMI


Milagre do Verbo

A Milagre do Verbo Agência de Comunicação e Mkt Digital, organização com 15 anos de presença no mercado local, regional e nacional, é formada por uma equipe que reúne profissionais com ampla experiência no setor de Comunicação Corporativa.