Empresa faz a ponte entre quem está construindo e quem vende produtos e serviços para construção. Em 2020, faturamento da companhia cresceu 90% na comparação com 2019.

Uma startup desenvolveu uma solução que mapeia obras em todo o Brasil e indica, também, os potenciais clientes para outras empresas do segmento. É uma espécie de Tinder da construção civil. O objetivo é integrar os elos dessa cadeia com o objetivo de aumentar o faturamento e ser mais produtivo.

“A gente faz uma ponte de quem está construindo, seja qualquer tipo de obra, seja uma reforma, uma construção, com quem vende produtos e serviços para essa construção”, diz o empresário Wanderson Leite.

O empresária pensou na solução durante o caminho para o trabalho – uma fábrica de lajes.

A plataforma usa big data para mapear obras em qualquer região do país. Com essa informação estratégica, as lojas não precisam ficar esperando o cliente entrar pela porta. Vão atrás deles com o melhor preço e condições para fechar o negócio.

A plataforma tem mais de 750 mil obras catalogadas. O acesso aos dados vem da Lei de Acesso à Informação, que permite que pessoas físicas e jurídicas saibam onde está sendo feita uma obra que tenha mudanças estruturais.

“As empresas que têm interesse em saber onde estão as obras em andamento em todo o país fazem a contratação da plataforma em forma de mensalidade”, afirma o empresário.

O faturamento da startup foi mais de R$ 3 milhões em 2020 – aumento de 90% em relação a 2019.

Fonte: Por Pequenas Empresas & Grandes Negócios.