Para Basilio Jafet, isso será possível “se tudo correr bem e não houver nenhum cisne negro, como os que ocorreram nos últimos anos”

O presidente do Secovi-SP, Basilio Jafet, reiterou nesta quinta-feira expectativa de aumento de 5% a 10% de lançamentos e vendas de imóveis, neste ano, na capital paulista, em relação ao ano passado. Isso será possível, de acordo com o representante setorial, “se tudo correr bem e não houver nenhum cisne negro, como os que ocorreram nos últimos anos”.

“Nossa grande luta, em 2020, é a revisão do Plano Diretor e correção dos equívocos. Ou corrigimos ou São Paulo terá um problema urbanístico muito grande”, disse Jafet, durante o evento Summit Imobiliário 2021.

Ele citou que, dos 145 mil empregos criados no país, no ano passado, 112 mil foram originados da construção civil. “Nós, do mercado imobiliário, temos relevância muito grande no destino do país”, disse.

O presidente do Secovi-SP ressaltou que a reforma administrativa e a “simplificação” tributária são os caminhos para um crescimento sustentável do país. O representante setorial destacou que a responsabilidade fiscal “não pode deixar de existir em nenhum momento sequer”.

Em relação à vacinação contra a covid-19, Jafet afirmou que, “infelizmente, o governo não conseguiu imprimir ritmo adequado”. “Os anúncios não são auspiciosos. O único auspicioso é o que permite que a iniciativa privada complemente os esforços do governo na compra de vacinas”, disse.

Segundo Jafet, os empresários precisam “ser patriotas, contribuir e fazer com que o número de vacinas aumente muito”.

Fonte: Valor Econômico – Por Chiara Quintão

Categorias: Notícias do Setor