Avaliação se refere ao próximo ano, de 2022, quando o mercado imobiliário deve crescer mais, comparado a este ano

Se o mercado imobiliário paulistano crescer de 5% a 10%, em 2022, “está muito bom”, na avaliação do economista-chefe do Secovi-SP, Celso Petrucci.

Durante a Convenção Secovi-SP, Petrucci informou que as vendas de imóveis residenciais novos estão aquecidas, o que se reflete também na comercialização de unidades usadas.

As vendas de imóveis residenciais novos cresceram 16,22%, na cidade de São Paulo, para 6.837 unidades. No semestre, foram comercializadas 29.935 unidades, de acordo com o Secovi-SP

Fonte: Valor Econômico