Startup torna-se líder nacional em venda secundária de imóveis residenciais

O QuintoAndar anunciou nesta terça-feira, 16, a compra da Casa Mineira, especializada em vendas de imóveis e com 38 anos de histórico no mercado imobiliário de todo o País, mas com forte atuação em Belo Horizonte. Com o negócio, cujo valor não foi divulgado, a startup afirma ter se tornado líder nacional em venda secundária de imóveis residenciais.

A compra tem como objetivo reforçar a atuação do QuintoAndar na capital mineira, terceiro maior mercado do País. Já a Casa Mineira espera usufruir das facilidades da plataforma da startup, com quem já tinha parceria desde 2019. Os contratos firmados por clientes da Casa Mineira seguem inalterados com a mudança.

“A Casa Mineira conquistou a market share do mercado de Belo Horizonte com um modelo de atendimento que é diferente da média”, explica ao Estadão Gabriel Braga, CEO e cofundador do QuintoAndar, que se tornou um unicórnio em 2019. 

Ivan Silva, cofundador da Casa Mineira e novo executivo do QuintoAndar, espera ganhar escala com o negócio: “A incorporação vai facilitar nossos processos tanto de venda como locação, abrindo um caminho com menos burocracia, com mais confiança e segurança para os clientes, que é algo que o mercado amadurecido já clama há muito tempo.”

Em 2020, a Casa Mineira fechou o ano com R$ 2,5 bilhões de ativos sob sua gestão e realizou R$ 1,7 bilhão em vendas, com tíquete médio de R$ 500 mil, em cerca de 4 mil unidades vendidas em meio à pandemia. A empresa tem 250 funcionários, 450 corretores parceiros e carteira de 14 mil imóveis para venda e 3 mil para aluguel. 

A Casa Mineira é a segunda aquisição do QuintoAndar, que, em novembro passado, adquiriu a SíndicoNet, especializada em conteúdos para serviços de condomínios. 

Em janeiro, a startup iniciou a expansão para o Nordeste, começando por Salvador e Recife. Atualmente, a empresa opera em 32 cidades pelo País e tem mais de R$ 50 bilhões em ativos sob administração.

Fonte: Estadão