Já não há dúvidas sobre os muitos benefícios que as plantas trazem para o espaço doméstico uma vez incorporadas a um projeto de “paisagismo de interiores” ou Plantscaping, como tal prática tem sido chamada. Integrar jardins e hortas em projetos residenciais atende a muitos propósitos, sejam eles práticos, estéticos ou psicológicos. Embora existam alguns requisitos básicos que devemos considerar ao incorporar plantas e jardins em nossos espaços interiores, as espécies de plantas assim como as soluções técnicas de projeto costumam variar enormemente de acordo com a sua localização. Ao explorarmos alguns dos principais projetos de interiores que incorporam plantas e jardins em seus espaços, identificamos uma série de padrões recorrentes, cada um refletindo características relevantes ao clima, ao estilo e às soluções construtivas específicas.

Enquanto as espécies de plantas escolhidas costumam variar de acordo com as condições climáticas do lugar, as principais diferenciações nos projetos avaliados estão relacionadas ao espaço em si e como os projetistas procuram aclimatá-las. Embora saibamos da importância do contanto direto com a natureza para a nossa saúde física e mental, plantas também são utilizadas em projetos residenciais com a finalidade de criar micro-climas ou para oferecer espaços onde as pessoas podem cultivar seus próprios alimentos. 

A seguir, elencamos algumas das principais tendências nos projetos de paisagismo de interiores. Ao avaliar estes projetos, pudemos identificar algumas qualidades específicas e comuns independentemente de sua localização e contexto.

Um toque de verde

Um toque de verde, em toda sua simplicidade e sutileza, é uma estratégia comumente observada em diversos países da Europa, América do Norte e também na América do Sul. Como uma intervenção mínima, este “pequeno toque” sugere o uso de plantas em vasos e cachepôs, espécies de fácil manutenção e capazes de destacar algumas características específicas de determinados espaços e elementos construtivos. Frequentemente soltas em um ambiente, ao lado de um sofá ou até na cozinha, esse toque de verde é capaz de transformar a atmosfera de um determinado espaço.

Building Between Party Walls in Hostafrancs / estudi08014

Espanha

Casa na Rua Lorimer / Elizabeth Roberts Architecture and Design

Estados Unidos

Apartamento AMRA7 / Piratininga Arquitetos Associados + Bruno Rossi Arquitetos

Brasil

Ampliação de Apartamento no Edifício Brasil / Alvorada Arquitetos

Brasil

Jardins verticais

Na América do Sul e de forma muito similar no sul do continente asiático, o clima quente e a umidade constante proporcionam condições ideais para que as plantas cresçam rápida e constantemente. A incorporação de soluções de ventilação permanente e iluminação natural (como aberturas zenitais) em espaços domésticos, oferece uma ótima oportunidade para que as plantas se desenvolvam com total liberdade ainda que dentro de casa. Utilizadas como estratégias de controle de temperatura e purificação do ar, exuberantes jardins de inverno assumem o papel de elementos centrais em um determinado espaço interior.

Casa Ma / Gerira Architects

Vietnã

Villa City / Story Architecture

Vietnã

Inside Uniform House / NNA+

Vietnã

Casa Pátio HALAMAN / ZERO STUDIO

Índia

Jardins domésticos

Assim como os jardins verticais, jardins interiores são elementos extremamente comuns em projetos residenciais na América do Sul e no Sul da Ásia. Contemplando pequenas árvores e arbustos, jardins domésticos operam como estímulos visuais e elementos reguladores de temperatura. Além disso, estas soluções podem ser utilizadas como elementos definidores de espaços ou para marcar a transição entre ambientes abertos e fechados, criando caminhos ou barreiras visuais entre os diferentes programas de uma casa.

Q04L63 House / mf+arquitetos

Brasil

House That Rains Light / LIJO RENY architects

Índia

Residência Prim / Studio Locomotive

Tailândia

The Diary House _ DA VÀNG studio

Vietnã

Hospitalidade luxuriante

Exuberância e hospitalidade estão frequentemente associadas em projetos de arquitetura no norte da Ásia. Árvores adultas plantadas em vasos são comumente incorporadas em ambientes como cafés, restaurantes ou áreas comuns de hotéis. O objetivo dos paisagistas com a incorporação destes elementos é sugerir uma outra forma de se relacionar com o espaço, ao mesmo tempo que proporcionam um certo nível de privacidade e intimidade em espaços públicos. No entanto, as plantas escolhidas devem ser selecionadas com muito cuidado, pois elas podem sofrer com as condições limitadas de iluminação e a pouca quantidade de água disponível no solo.

Hotel SHIROIYA / Sou Fujimoto Architects

Japão

K5 Tokyo Hotel / Claesson Koivisto Rune

Japão

Hotel Kiro Hiroshima / Hiroyuki Tanaka Architects

Japão

Upperhouse Namsan Exhibit Hall “Only Invited” / STRX Architects

Coreia do Sul

Pátios Interiores

Freqüentemente encontrados em projetos de casas na Europa e na América do Sul, pátios interiores operam como elementos de transição entre espaços interiores e exteriores, conectando distintos programas da casa. Isso permite que, diferentes espaços tenham vistas para o jardim, estejam estes dentro ou fora de casa. Com condições de iluminação natural limitadas e irrigação direta, pátios interiores requerem um certo cuidado, entretanto, estes espaços também podem ser utilizados como horta para cultivar plantas comestíveis.

Casa AM / Horma

Espanha

Estúdio Iturbide / Taller de Arquitectura Mauricio Rocha + Gabriela Carrillo

México

Apartamento CRL / RAUM 4142 Architecture Office + Javier Cabanes

Espanha

Nota: Outras regiões serão adicionadas à medida que novos projetos vão sendo publicados. Saiba mais sobre o tema acessando a pasta My ArchDaily criada pelo autor.

Este artigo é parte do Tópico do ArchDaily: Arquitetura e Meio Ambiente. Mensalmente, exploramos um tema específico através de artigos, entrevistas, notícias e projetos. Saiba mais sobre os tópicos mensais. Como sempre, o ArchDaily está aberto a contribuições de nossos leitores; se você quiser enviar um artigo ou projeto, entre em contato.

Fonte: Archdaily

Categorias: Notícias do Setor