Imobiliárias e incorporadoras registraram recorde de lançamentos e vendas

Investimento imobiliário efetivo foi de 220,4 bilhões de reais Cristiano Mariz/VEJA

A crise decorrente da pandemia do novo coronavírus não trouxe prejuízos econômicos ao mercado de imóveis. Pelo contrário, o setor prosperou. Em 2020, o mercado imobiliário registrou recorde anual nos lançamentos e unidades comercializadas, mostra o Indicador de Vendas da Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc) e da Fipe. Com alta de 26,1% nas vendas e 1,1% nos lançamentos, esses foram os maiores resultados desde 2014.

Os empreendimentos de linhas econômicas foram os que mais se destacaram, representando 77,8% das vendas residenciais das incorporadoras em 2020 – volume maior do que o apontado em 2019, participação foi de 70,2%.

O Viva Benx Vila Olímpia é um exemplo do fenômeno. Em apenas 60 dias, a Benx Incorporadora, responsável pelo projeto, vendeu mais de 320 unidades do residencial. O número corresponde a 75% dos apartamentos disponibilizados no empreendimento, que possui tipologias de 24 m2, 31 m2 e 42 m2, com 1 e 2 dormitórios, e tem ticket inicial de R$ 240 mil.

Leia Também:

  • Cinco pontos que Pazuello precisará explicar na CPI da Pandemia.
  • STF confirma liminar de Barroso que determinou criação da CPI da Covid-19.
  • Partidos indicam membros para CPI da Covid-19 no Senado.
  • Sputnik V: o que ainda trava a chegada da vacina russa no Brasil.
  • Covid-19: doze estados e DF têm taxa de mortalidade maior que a nacional.
  • General Silva e Luna vai ganhar mais que Castello Branco na Petrobras?
  • Com Acordo de Paris, petróleo vai a US$ 10 em 2050, diz consultoria.

Fonte: Por Mariana Muniz, VEJA.

Categorias: Notícias do Setor