Indústria e construção civil devem oferecer transporte aos funcionários que usam ônibus coletivo. Estado teve, desde o início da pandemia, 548.028 contaminados e 14.847 mortes por Covid-19

Bares estão autorizados a funcionar até as 23h, em Goiás — Foto: Reprodução/TV Anhanguera

O governo estadual publicou um decreto na noite de quarta-feira (28) que autoriza o funcionamento do comércio não essencial aos finais de semana. Além disso, os bares e restaurantes poderão abrir até as 23h. Porém, em Goiânia, a prefeitura liberou o funcionamento do setor até 1h. Apesar da diferença, municípios têm autonomia para estabelecer regras próprias do combate à Covid-19.

O documento aponta ainda que indústrias e a construção civil no setor privado deverão fornecer transporte aos empregados que usam ônibus coletivo. As atividades comerciais não precisarão mais ter limite de horas por turno.

Por fim, o governo determinou que eventos corporativos só possam acontecer após autorização da Secretaria de Estado de Saúde. Os demais eventos, festas e reuniões privadas seguem proibidas.

O estado teve, desde o início da pandemia, 548.028 contaminados e 14.847 mortes. Abril já registrou mais mortes por Covid-19 em Goiás em relação a março e passou a ser o mês mais letal da pandemia. Os dados mostram que, do início do mês até a terça-feira (27), 3.063 pessoas morreram por causa do coronavírus, contra 3.041 em março.

Veja outras notícias da região no G1 Goiás.

Fonte: Por Vitor Santana, G1 GO.