Como o objetivo de melhorar a trabalhabilidade, a plataforma Workalove permite a autogestão de carreira, além de conectar estudantes com o mercado de trabalho

O Centro Universitário Moura Lacerda, de Ribeirão Preto (SP), firmou uma parceria com a edtech Workalove. Desde 26 de agosto, todos os alunos matriculados nos cursos de Graduação têm acesso, sem qualquer custo, à plataforma de autogestão e aceleração de carreira. Entre os serviços e recursos oferecidos estão: teste de perfil de carreira, orientação de carreira e mentoria, certificação nas soft skills, currículo do futuro com assessments, conteúdos de preparação para processos seletivos, preparação para inserção no mercado de trabalho e networking.

Soft skill é um termo em inglês usado para definir habilidades comportamentais, competências subjetivas, algumas vezes difíceis de avaliar. Também são conhecidas como people skills e interpersonal skills. O termo inglês assessments significa avaliação. No mundo corporativo ele se tornou, contudo, quase um sinônimo de “gestão profissional”. É quando é possível avaliar pontos fortes e os de melhoria em um currículo para que as competências possam ser exercidas com maior eficiência.

A head de Gente e Gestão de Sucesso do Cliente da Workalove, Kátia Monteiro, apresentou a plataforma para alunos e Corpo Docente da instituição em dois períodos, às 9 e às 19 horas, por meio da plataforma Teams. A executiva da Workalove, empresa com mais de 4 anos de existência e cerca de 500 mil alunos impactados em todo o Brasil, reforçou a possibilidade de mobilidade social por meio da educação. Segundo ela, a ferramenta possibilitará upgrades na carreira do aluno ainda na universidade.

De acordo com Fernando Mello, coordenador de Comunicação do Moura Lacerda, a parceria está totalmente alinhada ao propósito da instituição, que objetiva disponibilizar tecnologia de ponta aos seus estudantes. “Com uma mentoria de carreira online, a Workalove traça o perfil de cada estudante tendo como base as exigências do mercado e mostra quais competências já foram alcançadas e quais ele ainda precisa buscar. Com este sistema inteligente, a plataforma encontra as oportunidades de trabalho mais favoráveis ao perfil de cada estudante”, contou Mello.

Editech é abreviação de “Education Technology”, ou tecnologia educacional. São empresas que atuam com soluções que linkam tecnologia com a jornada dos stakeholders, ou seja, os agentes da educação: professores, alunos, administradores, etc. Pode ser um aplicativo ou um sistema complexo de gestão de dados. Uma editech é, antes de mais nada, uma startup. Elas podem, ainda, atuar no Marketing, na administração e nas operações de instituições educacionais.

“Currículo do Futuro”

O estudante, desde o primeiro dia de acesso à plataforma Workalove, gerará o seu “Currículo do Futuro”, independentemente de ter finalizado o curso ou ter experiências anteriores adquiridas. Este currículo é construído com base nas exigências do mercado contemporâneo e tem o objetivo de conectar vagas de estágios, emprego, trainee e intercâmbios.

A plataforma disponibiliza conteúdos de preparação para entrevistas de emprego e um programa completo de certificação em Soft Skills. A proposta é a construção de um plano de carreira em curto, médio e longo prazos, inclusive com itinerário de formação complementar.

A Workalove desenvolve, através das informações obtidas no questionário preenchido pelos alunos, um perfil do estudante que apresenta mais que o conhecimento adquirido na graduação. A ferramenta utiliza esses dados para adaptar a linguagem acadêmica para aquela procurada pelo mercado, valorizando as competências formais e informais adquiridas.

A plataforma leva em consideração desempenho acadêmico, interesses pessoais, valores e experiências dos alunos e transforma tudo em algoritmos, que buscam e recomendam as oportunidades no mercado que mais se adequam ao perfil de cada um. Os professores e os coordenadores de cursos do Moura Lacerda também poderão inserir na plataforma conteúdos de direcionamento para que os alunos consumam e atualizem seu currículo.

Ferramenta de base tecnológica

“Nosso objetivo é que o diploma seja, realmente, um trampolim real para que o estudante possa alcançar as ascensões social e econômica que almeja, para que ele possa atingir, em sua carreira, o sucesso que sempre desejou”, afirmou Elzí Campos, cofundadora e diretora de Pesquisa & Aprendizagem da Workalove.

A executiva lembra que, assim como em toda ferramenta de base tecnológica, há a necessidade de se implementar, nas organizações estudantis, um processo estruturado de integração de sistemas. Por isso, oferece treinamentos para que todos os atores envolvidos – instituição de ensino, estudantes e empresas – entendam e utilizem a plataforma da melhor forma.

“A Workalove faz parcerias com instituições de ensino que, realmente, estejam conectadas com o dinamismo deste novo momento dos mercados educacional e de trabalho, aquelas que já entenderam que, nesta nova realidade, o importante é garantir o sucesso dos estudantes. Organizações que acreditam que este é o maior indicador de que a educação tem o poder de transformar vidas”, completa Elzí Campos.

MDOV Comunicação e MKT Digital
Atendimentos:
Patricia Moura (16) 9-9112-2018 e Fernando Bueno (16) 9-9131-5326
E-mails: patricia.moura@milagredoverbo.com.br e fernando.bueno@milagredoverbo.com.br
Site: http://www.milagredoverbo.com.br | Facebook: milagredoverbocomunicacao
Twitter: @milagredoverbo | Instagram: @milagredoverbo

Categorias: BlogNotícias

Milagre do Verbo

A Milagre do Verbo Agência de Comunicação e Mkt Digital, organização com 15 anos de presença no mercado local, regional e nacional, é formada por uma equipe que reúne profissionais com ampla experiência no setor de Comunicação Corporativa.