De acordo com um levantamento realizado pelo Zap Imóveis, aponta que a estimativa é que só a localização tenha um peso de 20% no valor total do imóvel (Imagem: Divulgação/Biasi Leilões)

O que você prioriza quando está procurando um apartamento para comprar? Tamanho? Localização? Segurança? Infraestrutura? Tudo isso é muito importante na hora de fazer um investimento desta proporção, e é claro que também são esses mesmos fatores que costumam ditar o preço do imóvel.

Todo prédio localizado próximo a serviços essenciais como supermercados, hospitais, farmácias, bancos e estações de metrô já é automaticamente valorizado, mesmo que o conjunto do edifício em questão não apresente tantas vantagens.

De acordo com um levantamento realizado pelo Zap Imóveis, aponta que a estimativa é que só a localização tenha um peso de 20% no valor total do imóvel, o elemento mais decisivo na hora de estabelecer um preço.

Mas não adianta muito contar com tantas vantagens se o local for perigoso, não é mesmo? A segurança é o segundo fator mais valorizado, influenciando em média 15% do valor total, segundo a pesquisa da empresa de imóveis.

Isso enquadra o quão seguro é o bairro e suas proximidades, mas também a segurança do próprio prédio. Portões automáticos, chaves com segredo e elevadores automatizados são algumas das opções integradas ao conjunto que valorizam ainda mais o apartamento.

O restante fica a cargo das características de cada imóvel e de todos os recursos que o condomínio oferece. Além do tamanho, fatores como varanda, vista, o andar que se encontra e em qual horário do dia recebe sol determinam o valor de um apartamento.

Com respeito ao prédio, o fato de possuir elevador, áreas de lazer (piscina, salão de festas, parquinhos, etc.) e a quantidade de vagas na garagem também colaboram com o valor final.

Ter tudo isso em mente na hora de comprar um apartamento é importante, não só para se ter uma noção do preço, mas também porque, quanto mais valorizado, maior será o imposto.

Além disso, essas informações também ajudam na hora de estabelecer um valor venal, ou seja, o preço que a propriedade alcançaria em uma transação à vista, para aqueles que pretendem vender o imóvel.

Os corretores de imóveis possuem vivência com esses valores e sempre podem auxiliar o comprador em casos de dúvidas.

Por ser algo que também está relacionado com tributações ao governo e outros assuntos legais, os profissionais da faculdade de direito também podem oferecer suporte e até um aval extra antes de firmar qualquer negócio.

É sempre válido buscar várias opiniões diferentes e pesquisar bem a respeito do imóvel que está prestes a comprar; afinal, precaução nunca é demais.

Fonte: Por Equipe Money Times.