Companhia havia pedido registro em agosto, em meio a uma onda do setor imobiliário rumo ao mercado de capitais brasileiro em busca de recursos para projetos de expansão

A incorporadora Yuny, especializada em projetos residenciais e comerciais de alto padrão em São Paulo, teve sua oferta inicial de ações (IPO) interrrompida, segundo informações publicadas nesta sexta-feira na Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

O pedido de registro de companhia aberta da Yuni, conforme exibição no sistema da CVM nesta sexta-feira, entrou na seção de processos indeferidos, o que na prática inviabiliza a oferta de ações. Não ficou claro de imediato se o encerramento do processo deveu-se à desistência da própria empresa.

A Yuni havia pedido registro para IPO em agosto, em meio a uma onda do setor imobiliário rumo ao mercado de capitais brasileiro em busca de recursos para projetos de expansão.

Mas a volatilidade recente do mercado acionário interrompeu os planos de várias delas. Só do ramo imobiliário em 2021, a fila de desistências para estreia na Bovespa inclui Nortis Incorporadora, Emccamp Residencial, Canopus Holding, Almeida Junior Shopping Centers e a empresa de loteamento Urba.

A Yuni pretendia usar os recursos da oferta para comprar terrenos, reforçar o capital de giro e investir nas vendas por meio de canais digitais.

Fonte: Exame Invest – Por Reuters