No acumulado do ano, avanço é de 4,23%

O preço de venda dos imóveis residenciais registrou um novo aumento de 0,43% em outubro, segundo o Índice FipeZap divulgado nesta quinta-feira (4). Em setembro, os preços avançaram no mesmo percentual (0,43%).

A alta apurada pelo Índice FipeZap em outubro deve ficar abaixo do avanço projetado para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). Segundo o boletim Focus, do Banco Central, a inflação deve ter subido 0,89% no mês passado.

No acumulado do ano, os preços dos imóveis residenciais avançaram 4,23%, também abaixo da inflação esperada para o período (7,85%).

Em outubro, a maioria das capitais monitoradas pelo Índice FipeZap tiveram alta no preço médio de venda dos imóveis. A exceção foi Porto Alegre, com queda de 0,07%. Os maiores aumentos foram observados em Maceió (1,58%), Vitória (1,46%) e Curitiba (1,31%).

No acumulado em 12 meses, o Índice FipeZap tem alta de 5,18%, enquanto a expectativa para a inflação é de 10,28%.

Metro quadrado

Entre as capitais, o levantamento mostrou que o preço do metro quadrado foi mais caro em São Paulo (R$ 9.640), Rio de Janeiro (R$ 9.616) e Brasília (R$ 8.617).

Os valores mais baixos, por outro lado, foram observados em Campo Grande (R$ 4.486), João Pessoa (R$ 4.766) e Goiânia (R$ 4.990).  

FONTE: G1