A Eztec (EZTC3) lançou o empreendimento Eredità – Parque da Mooca, localizado na cidade de São Paulo, com um total de R$ 141 milhões em Valor Geral de Venda (VGV), mostra documento enviado ao mercado na última sexta-feira (29)

Considerando que a Eztec detém 50% de participação sobre o projeto, o VGV para a companhia é de R$ 70,9 milhões (Imagem: EzTec/Divulgação)

A Eztec (EZTC3) lançou o empreendimento Eredità – Parque da Mooca, localizado na cidade de São Paulo, com um total de R$ 141 milhões em Valor Geral de Venda (VGV), mostra documento enviado ao mercado na última sexta-feira (29).

Considerando que a Eztec detém 50% de participação sobre o projeto, o VGV para a companhia é de R$ 70,9 milhões.

O Eredità conta com 4 torres residenciais, somando 136 unidades de médio-alto padrão, com áreas que variam de 92 a 130 m².

“Conforme apontado previamente pela companhia em sua prévia operacional do quarto trimestre, o registro de incorporação deste empreendimento foi obtido ao final do trimestre, no dia 23 de dezembro de 2020, tendo realizado apenas venda interna”, afirmou.

Prévia fraca

A prévia operacional do quarto trimestre de 2020 divulgada pela Eztec não agradou muito o BTG Pactual (BPAC11), que classificou os números como “fracos” e “sem brilho”.

A construtora fechou o trimestre com R$ 283 milhões em vendas líquidas, volume quase 50% inferior em comparação aos últimos três meses de 2019 e 33% abaixo das estimativas do banco.

O VGV dos quatro empreendimentos lançados totalizou R$ 381 milhões, valor 23% acima das projeções do BTG. Ainda assim, quando comparados ao desempenho de 2019, os números chegaram a recuar 59%.

“Como todos os quatro lançamentos foram feitos no fim do trimestre (ou seja, dezembro), não houve tempo suficiente para vender totalmente esses projetos no quarto trimestre”, destacaram os analistas.

Fonte: Money Times – Por Renan Dantas