Na Semana de Ciências Contábeis do Moura Lacerda, em 21, 22 e 23 de setembro, especialistas mostraram algumas das principais habilidades que o profissional da área precisa para alavancar a carreira

            O Curso de Ciências Contábeis do Centro Universitário Moura Lacerda, de Ribeirão Preto (SP), realizou, nos dias 21, 22 e 23 de setembro, totalmente online, sua Semana Acadêmica 2020. O coordenador Paulo Lapini destacou que os palestrantes convidados, com larga experiência em suas áreas de atuação, fizeram uma análise profunda do mercado e compartilharam experiências, apontando algumas das principais habilidades que todo profissional precisa desenvolver para alavancar a carreira.

            Professora do curso e uma das organizadoras do evento, Vivian Lapini disse que “durante toda a Semana Acadêmica houve aprofundamento de temas importantes acerca das exigências atuais impostas pelo mercado para que o formado em Ciências Contábeis se estabeleça profissionalmente”.

            Foram apresentadas três palestras – “Empreendedorismo no Mercado Contábil”, com Luiz Miguel Cassiolato, da Patrium Assessoria Empresarial; “Tecnologia na Contabilidade”, com Fernando Ripamonti, da Pentare Consultoria em Tecnologia; e ”Mercado de Trabalho para as Carreiras de Auditoria e Perícia Contábil”, com Cláudio de Souza Miranda, da FEARP/USP (Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo).

         Confira agora algumas das principais habilidades apresentadas por cada palestrante durante a Semana Contábil:

            Cassiolato disse que uma das habilidades que o fez alcançar o sucesso como empreendedor da área de Ciências Contábeis foi a (1) “Persistência”. Para ele, o importante é ter um sonho profissional, se preparar, tecnicamente, para realizá-lo e investir na gestão e na estruturação da empresa.

            Ele lembrou que o empreendedor no Brasil tem que ser muito dedicado, já que o sucesso não chega fácil, tem que ser conquistado com muito trabalho. “Vivemos na era da tecnologia e do imediatismo, mas para obter sucesso profissional é necessário ter persistência e paciência e acreditar que sua empresa crescerá, mesmo que demore uma década”, falou.

            A (2) “Capacidade de inovar” foi outra habilidade importante apresentada por Cassiolato. Estar atento às necessidades de seus clientes para criar novos produtos e buscar a inovação para os serviços oferecidos é fundamental para que a empresa da área contábil se estabeleça de forma consistente no mercado. “É sempre importante conhecer o cliente de perto, ter ciência do que ele precisa para oferecer soluções eficientes e inovadoras”, lembrou.

            A (3) “Capacidade de liderar” também foi apresentada como um grande diferencial. A liderança, para Cassiolato, não é apenas a ação de chefiar as equipes. Essa habilidade passa, atualmente, por motivar, empoderar as pessoas e humanizar as organizações. Ele contou que sua equipe, por exemplo, é estimulada a ler livros mensalmente. “As pessoas precisam gostar de estar e trabalhar nas empresas”, salientou.

            Conquistar o sucesso pretendido, sem dúvida, passa pelo planejamento de sua empresa. Por isso, (4) “Desenvolver pensamento e ações estratégicas” é fundamental. “Procure sempre se estruturar esperando aumento na demanda de serviços. Afinal, para você crescer precisa estar preparado”, disse. Ele lembrou que pensar estrategicamente o futuro é também um exercício de resistência às oscilações do mercado. Cuidar da organização financeira da empresa é um pilar imprescindível para o seu desenvolvimento sustentável.

            Para Ripamomonti, um dos maiores desafios do mercado é (5) “Se manter atualizado”, portanto, esta seria para ele uma habilidade importante, já que o profissional da Contabilidade se depara, continuamente, com mudanças nas legislações e, sobretudo, tecnológicas.

            “Para ter um bom posicionamento de mercado e conseguir destaque profissional é preciso sempre inovar e buscar cada vez mais conhecimento, como, por exemplo, acompanhar os lançamentos de novos softwares e aplicativos que otimizem o seu trabalho”, afirmou.

            O palestrante salientou que (6) Aprender inglês é fundamental para o desenvolvimento de uma carreira. “Grande parte das informações disponíveis na Internet está em inglês, portanto, aprender uma segunda língua pode ser um grande diferencial”, contou.

            A capacidade de se manter motivado para buscar novos conhecimentos e sempre aprender foi também lembrada por Ripamonti. Atualmente, (7) “Ser autodidata” é fundamental. Ele falou que há, evidentemente, muita informação na Internet, mas é preciso muita pesquisa e se dedicar aos estudos.

            Miranda destacou a habilidade de (8) Criar redes de relacionamentos como um dos aspectos primordiais para a obtenção do sucesso profissional. “Um bom networking pode gerar muitas oportunidades profissionais e de negócios. Ferramentas como o LinkedIn são importantes para estas conexões. É necessário estudá-las para saber como utilizá-las da melhor forma possível. Estas redes podem ser criadas também dentro da sala de aula ou com outros estudantes. O importante é ampliar seus contatos e sua visibilidade”, comentou.

Hard Skills e Soft Skills

            O professor Cláudio Miranda também mostrou aos alunos do Moura Lacerda suas pesquisas acadêmicas sobre o mercado contábil e sobre a atuação do profissional dessa área. Ele elencou e descreveu as principais habilidades dos grupos Hard Skills e Soft Skills dos profissionais de contabilidade.

            As “hard” são as aprendidas em livros, nas salas de aula e possuem certificações, portanto, podem ser quantificadas. Este conhecimento está em constante transformação, por isso, o contador precisa se atualizar constantemente, dedicando-se ao domínio e à aplicação de novas tecnologias e processos.

            Entre algumas Hard Skills estão: Habilidade avançada em Excel, incluindo Visual Basic (VB), e outras plataformas, como o Google; Experiência em planejamento de Recursos Empresariais (ERP), por exemplo, SAP e Oracle; Expertise em análise de big data, técnicas avançadas de modelagem e SQL (Standard Query Language); Conhecimento de software de business intelligence, como IBM Cognos (orçamento); Power Bl Tableau, Domo, Programação – Python e Blockchain e Inteligência Artificial (Machi) e domínio do inglês, entre outras.

            Habilidades do grupo Soft Skills são competências comportamentais importantes para um profissional alcançar o sucesso pretendido. Entre as desejáveis na área, de acordo com as pesquisas de Miranda, estão: Pensamento critico, Resolução de problema, Habilidades analíticas, Aprendizado contínuo, Comunicação, Trabalho em equipe, Consciência ética, Tomar decisões, Gestão de tempo, Liderança, Negociação e Flexibilidade.

            Ainda segundo as pesquisas, as habilidades que o mercado aponta como “em defasagem” e, portanto, com necessidade de evolução entre os profissionais de contabilidade são: Desenvolvimento do “Pensamento Crítico”, como a capacidade de identificar padrões em documentos complexos e avaliar situações e Habilidades analíticas, como a capacidade de lidar com dados de vários tipos, vindos de fontes diversas.

Semana de Ciências Contábeis aprovada

            O estudante Murilo Abreu Nascimento, do 6º Período do Curso de Ciências Contábeis, aprovou a Semana Acadêmica e ressaltou a importância do evento: “Obtivemos uma visão mais ampla de nossa carreira profissional. Tivemos a teoria dada em sala de aula exemplificada pelos palestrantes, que vivenciam e compartilham suas experiências profissionais. Tudo isso nos leva a novas ideias, à criação de estratégias e à visão de negócios e mercado”, afirmou.

            O aluno destacou os conteúdos mais significativos, como a demonstração do imenso campo que a Contabilidade apresenta, os caminhos possíveis a serem seguidos e as barreiras a serem enfrentadas. Outro ponto importante, para ele, foi o conteúdo sobre tecnologia. Nascimento destacou a importância de se atentar para a relação com o cliente. “É preciso trabalhar pela satisfação, atender o mercado com ética e profissionalismo e usar as Redes Sociais, como o LinkedIn, para se comunicar com o mercado”, falou.

            Nayara Barbosa Fernandes, também do 6º Período, disse que a Semana de Ciências Contábeis “foi de extrema importância” para quem ainda estava em dúvida sobre em qual segmento atuar. “Para quem tinha uma ideia, mas não a certeza, a semana trouxe discussão sobre ótimos tópicos. Uma das palestras que mais me chamou a atenção foi a de ‘Empreendedorismo no Mercado Contábil’, com Miguel Cassiolato”, disse.

            “O conteúdo abordado foi motivador. O profissional trouxe, de forma objetiva, dicas de empreendedorismo, de estratégias seguidas por ele no começo da carreira e atualmente, e também abordou a importância de valorizar o seu trabalho e aproveitar da melhor maneira as possibilidades de aprendizado e crescimento”, ressaltou Nayara Fernandes.

Categorias: Notícias

Milagre do Verbo

A Milagre do Verbo Agência de Comunicação e Mkt Digital, organização com 15 anos de presença no mercado local, regional e nacional, é formada por uma equipe que reúne profissionais com ampla experiência no setor de Comunicação Corporativa.