Abrainc afirma que cresceu o interesse pelas zonal oeste e sul no último ano

Abrainc afirma que cresceu o interesse pelas zonas oeste e sul no último ano

O mercado de imóveis vislumbra novos sinais de alta com um crescimento acima 6% na concessão de alvarás para a construção de novos prédios em São Paulo no segundo trimestre deste ano ante igual período do ano passado.

Segundo levantamento feito pela Abrainc (Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias) e a Fipe com base nos dados da prefeitura, foram 171 alvarás emitidos no período. O desempenho foi puxado por maio e junho, que registraram alta nas liberações e seguraram a queda de quase 30% em abril.

Para a Abrainc, o avanço da vacinação e o retorno das atividades presenciais em maio animaram os consumidores que querem acessar o crédito imobiliário e os empreendedores interessados em investir em novos projetos.

No acumulado de 12 meses encerrados em junho, houve um recuo de 1,5% no número de alvarás para empreendimentos verticais em relação ao período anterior, diz a entidade.

Segundo a pesquisa, a zona leste foi a que mais liberou construções no último ano, respondendo por quase 42% do total da capital. Na outra ponta está o centro, com cerca de 3,4%.

Em comparação com o ano anterior, as zonas oeste e sul registraram avanço de 31% e 24%, respectivamente, no volume de alvarás concedidos, o que indica crescimento do interesse imobiliário nas regiões, diz a entidade.

FONTE: Folha de S. Paulo